Fome ou vontade de comer?

Fome ou vontade de comer?


Você sabe diferenciar quando está realmente com fome ou quando se trata só de uma vontade passageira? Parece simples? Mas para muitas pessoas isso não é tão fácil assim, por isso vamos lhe dar alguns alertas para saber diferenciar.

Como saber se é fome?
A fome não é seletiva nem específica por algum tipo de comida. Qualquer alimento que você tenha disponível e goste pode matar a fome. Pergunte-se: eu comeria se a opção fosse um ovo cozido? Se a resposta for sim, muito bem, é fome. Se a resposta for não talvez você se encaixe no próximo parágrafo.

É vontade de comer?

A vontade está relacionada, muitas vezes, a uma situação social. Surge quando o alimento está disponível, vemos, sentimos o cheiro, ouvimos falar do alimento. Também chamada de fome social, pode ser bem específica, mas não é urgente. Está relacionada ao prazer, a sentir o gosto, degustar, apreciar, saborear.

Sentir vontade de comer algo não é pecado nenhum, mas a frequência de se render a esse hábito pode lhe trazer algum prejuízo a longo prazo, visto que frequentemente os alimentos que despertam esse desejo são mais calóricos, ricos em gorduras ou açúcares simples.

Por isso, no meio da tarde ou da noite quando sentir “necessidade” de comer ou beliscar algo, pare e pense. Será mesmo necessário? Precisamos, diariamente, travar um diálogo com nosso cérebro. Ele comanda toda a máquina que chamamos de corpo.