A importância da atividade física na infância

A criança precisa de movimento. Pular, saltar, agachar, correr, empurrar, puxar. Enfim, qualquer ato que faça gestos motores que usamos no dia a dia. E nessa fase é primordial para o desenvolvimento saudável físico e mental. A obesidade infantil transformou-se num problema sério de saúde, uma epidemia, graças à má alimentação e ao sedentarismo. A preocupação não esta só na estética, mas principalmente na saúde.

“A criança não é uma miniatura de adulto e sua mentalidade não é só quantitativa, mas também qualitativamente diferente da do adulto, de modo que a criança não e só menor, mas também bem diferente.” (Claparede citado por Weineck, 1991. P. 246).

Por isso a Educação física escolar é indispensável. E complementar tais atividades, como caminhar, andar de bicicleta, nadar, treinar etc., também são importantes para atingir o objetivo de dar mais qualidade ao processo do seu crescimento físico e mental.

Tais atividades irão ajudar em sua auto-estima, melhora fisiológica, controle do peso, controle dos níveis de açúcar e colesterol, melhora do sistema respiratório e cardíaco entre tantos outros benefícios.

Por isso os pais devem observar e cada vez mais entusiasmar as crianças a fazer tais praticas e diminuir as atividades ociosas que hoje em dia estão cada vez mais acessíveis a eles. O Professor de Educação Física é o mais indicado a ajudar na escolha e acompanhar as práticas das atividades. Já o Médico e o Nutricionista serão os mais indicados para proporcionar uma alimentação mais saudável e na promoção da saúde.